segunda-feira, setembro 2

Lembro tuas palavras

Lembro tuas palavras, nuas
na noite em que não sonhamos
fomos,
não sei como, cúmplices
de uma aventura
depois nos calamos
e fechamos os olhos.

Escuta agora
uma palavra minha:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

10:20