domingo, agosto 4

Com o coração diferente

Com o coração diferente, deitou-se. À sua companhia, o dia prostrava-se para receber a noite, que avançava silenciosa e mansa. O coração diferente falava. Tudo mais era quieto, tudo mais era sonho, ou esquecimento. Era com Deus que falava, meditando palavras sem forma. Amar é uma forma de prece, dizem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

10:20