terça-feira, abril 3

Caminho

Vagarosa, a mão vazia
O peito cheio de prosa

Eu sigo!

Invento um compasso,
Perco-o
Canto o meu fracasso.

Eu cedo.
Ou sigo?

Enamoro-me de um rosto
Que logo se vai perdido.
Vão-se até os amigos.

Eu sigo.

Um comentário:

10:20