sexta-feira, janeiro 13

Meu Recado

Que sempre ao amanhecer
A vida que venha:

E inunde as janelas,
E atropele as portas,
E bagunce os móveis,
E depois

Que derrube muralhas,
Que enobreça os céus
Simplifique o complexo
E destitua o perverso,

Entorpeça a razão,
Abençoe teu coração,
Abra teus olhos,
Rasgue-lhe a pele,

Lhe dê coragem,
Reverbere a verdade,
Lhe entregue a bondade,
E faça sentir

No mais profundo,
No mais íntimo,
Âmago da alma,

A eterna festa que é viver
Em comunhão.

4 comentários:

  1. Que delícia.
    Abençoada seja a poesia, meu Deus.
    Que possamos sempre semear as cores no reino da Vida. Eu tenho vindo visitar e buscar inspiração no pé-de-sol que carregas dentro.

    "Afinal, existem os sãos, existem os vãos, os loucos e os normais. E existem os poetas". (daqui: http://arkhipelago.blogspot.com/2011/10/sobre-poesia.html)

    Um xêro na Alma...

    ResponderExcluir
  2. o meu recado é
    dizer te o quao enche
    me de alegria esta linda
    união de plavras vindas de
    ti
    !

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, todos vocês, de coração.

    ResponderExcluir

10:20