domingo, novembro 13

O limite da palavra

Escrevendo prosa em verso
Cantarolando o que me é perverso
Revelo tudo ao inverso 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

10:20