quarta-feira, outubro 26

Todas As Coisas

O universo grandioso sobre nós
Exalando mistérios cintilantes milagres
Além da compreensão, energia pura,
Pulsação, supernova sideral
A mais bela e inexplicável
Única criação
Inalcançável beleza prima!
E nós, aqui, vagos de razão,
Ínfima partícula de poeira,
Revelando tanta estupidez!
Na escuridão brilhante,
Tão pequenos meus anseios!
Tão pequeno este sofrer!
Insignificante distância entre corpos...
Loucura, amar, amor, morte,
Toda a dor e todo o prazer,
Cada instante, tudo indivisivelmente
Grande e pequeno...
Que sabemos?
Se ignoramos o que nos mantém vivos,
O precípuo substancial gozo etéreo
Inalcançável beleza prima!
O grande acaso do tempo,
Princípio, meio e fim,
Célebre cosmos, eterna festa,
Infinita essência potencial
E nosso incessante não saber.
Que há de grandeza?
Se não houver amor,
Se não houver comunhão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

10:20