sexta-feira, setembro 2

Menino

É um menino. Deve ter seus vinte e tantos anos, porém continua sendo um menino. Tem olhos tristes e olhos que não param... De cá para lá, de lá para cá. Ele me percebe, quase sorri. De quando em vez leva a sua xícara a boca. Café? Chá? Anis? Ah, menino, quero provar seu gosto... Ele sabe e se levanta e vem vindo e se senta e olá e assim começamos...

14 de março

Nenhum comentário:

Postar um comentário

10:20