terça-feira, dezembro 14

Está escuro, a lua é cheia atrás das nuvens. Os cães da maldita vizinhança parecem conversar amistosamente. Que maravilha! A noite se estende e se estende para dentro de meu quarto, invade minha mente. A noite é negra, negra como tudo que vejo. É hora de esquecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

10:20